Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Março de 2019

MÉDIO ORIENTE

Nas areias movediças do Médio Oriente

ÁFRICA

Drogas em África As novas rotas do tráfico de heroína

ÁFRICA

A África a mercê de um Triângulo Voraz

ÁFRICA

África Oriental O regresso ao grande investimento nos Caminho-de-ferro

MUNDO

RefugiadosAs cifras da vergonha!

ÁFRICA

Estaca da África em Brexit

MUNDO

Racistas ou nem por isso?

EGITO

O futuro do Egipto passa pela energia solar

Rádio

Publicidade

Política

Missão europeia na República Centro-Africana plenamente operacional

| Editoria Política | 20/06/2014

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A missão militar da União Europeia na República Centro-Africana (EUFOR/RCA) atingiu a sua total capacidade operacional, anunciou em conferência de imprensa o seu comandante, o general Philippe Pontiès.

Quatro meses após a decisão de criar a EUFOR/RCA, 700 soldados europeus estão agora desdobrados no país
(DR)

O general veio anunciar aos Estados-membros da UE que, quatro meses após a decisão de criar a EUFOR/RCA, em conformidade com a resolução 2134 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, e dois meses após o lançamento efetivo da operação, 700 soldados europeus estão agora desdobrados na República Centro-Africana (RCA). Os soldados europeus de diferentes nacionalidades estão posicionados em três zonas, designadamente o aeroporto de Bangui, a antiga fábrica têxtil UKTEX e a Escola de Polícia, para garantir a segurança essencialmente nas terceira e quinta comunas da capital, “onde a EUFOR deve ter uma presença visível e robusta”, indicou Pontiès.

A componente logística está completamente instalada, apesar das dificuldades de transporte do material, e sendo que tudo deve ser feito por via aérea, visto que a RCA é um território completamente isolado, segundo a alta patente. Pontiès indicou que, na zona de acantonamento da UKTEX, a EUFOR contratou 240 civis centro-africanos para trabalhos diversos, e acrescentou que a situação tende a estabilizar-se graças às patrulhas mistas dos soldados da EUFOR e das autoridades centro-africanas nas ruas de Bangui, a capital.

Como a EUFOR/RCA só tem um mandato único de seis meses, não renovável, o seu comandante diz que só estará certo de ter cumprido a missão depois de ter garantido o desdobramento da Força de Paz e Estabilização da ONU esperada na RCA entre outubro e dezembro.

Redação com Agência

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade