Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Maio de 2019

ÁFRICA

A TERRA É A FONTE DE VIDA E DA MORTE

MUNDO

A POSSSE DA TERRA, A RECOLONIZAÇÃO SILENCIOSA QUE NÃO DIZ O NOME

ÁFRICA

O DILEMA DAS TERRAS EM ÁFRICA NA VIRAGEM DO MILÉNIO

MUNDO

INTERNET - O FIM DA DECISÃO E DA LIVRE ESCOLHA?

SUDÃO

A Revolução Sudanesa: a terceira será de vez?

ESTADOS UNIDOS

DONALD TRUMP, O FIM DOS IDEAIS AMERICANOS

ANGOLA

Angola - Novas Políticas Migratórias?

ÁFRICA

Basílica de YamoussoukroO “presente pessoal” de Boigny a Cristo!

Rádio

Publicidade

Política

Missão europeia na República Centro-Africana plenamente operacional

| Editoria Política | 20/06/2014

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A missão militar da União Europeia na República Centro-Africana (EUFOR/RCA) atingiu a sua total capacidade operacional, anunciou em conferência de imprensa o seu comandante, o general Philippe Pontiès.

Quatro meses após a decisão de criar a EUFOR/RCA, 700 soldados europeus estão agora desdobrados no país
(DR)

O general veio anunciar aos Estados-membros da UE que, quatro meses após a decisão de criar a EUFOR/RCA, em conformidade com a resolução 2134 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, e dois meses após o lançamento efetivo da operação, 700 soldados europeus estão agora desdobrados na República Centro-Africana (RCA). Os soldados europeus de diferentes nacionalidades estão posicionados em três zonas, designadamente o aeroporto de Bangui, a antiga fábrica têxtil UKTEX e a Escola de Polícia, para garantir a segurança essencialmente nas terceira e quinta comunas da capital, “onde a EUFOR deve ter uma presença visível e robusta”, indicou Pontiès.

A componente logística está completamente instalada, apesar das dificuldades de transporte do material, e sendo que tudo deve ser feito por via aérea, visto que a RCA é um território completamente isolado, segundo a alta patente. Pontiès indicou que, na zona de acantonamento da UKTEX, a EUFOR contratou 240 civis centro-africanos para trabalhos diversos, e acrescentou que a situação tende a estabilizar-se graças às patrulhas mistas dos soldados da EUFOR e das autoridades centro-africanas nas ruas de Bangui, a capital.

Como a EUFOR/RCA só tem um mandato único de seis meses, não renovável, o seu comandante diz que só estará certo de ter cumprido a missão depois de ter garantido o desdobramento da Força de Paz e Estabilização da ONU esperada na RCA entre outubro e dezembro.

Redação com Agência

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade