Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Política

Sociedade civil denuncia gestão do Presidente Kaboré no Burkina Faso

| Editoria Política | 30/08/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Cerca de 20 organizações da sociedade civil e sindicais do Burkina Faso anunciaram para este sábado, 31, em todo o território nacional,  a realização de comícios populares para denunciar a governação do Presidente Roch Marc Christian Kaboré, "marcada nomeadamente pela intensificação de ataques terroristas".

Num comunicado, os organizadores dizem-se indignados pela situação nacional, no Burkina Faso, "caraterizada pela persistência e pela violência dos ataques terroristas (...), pela violação das liberdades democráticas e sindicais”, e prometem levar a cabo “ações cívicas de interpelação e denúncia”.

Apelam por conseguinte aos seus militantes e a todas as populações das cidades e do campo para "participar massivamente no dia de interpelação e denúncia através dos comícios de 31 de agosto de 2019, em todo o território nacional”.

Segundo a nota, o comício da capital do país, Ouagadougou, vai decorrer na Bolsa do Trabalho, a partir das 08:00 horas locais, seguido por um painel às 15:00 horas locais, no Conselho Burkinabe dos Carregadores (CBC).

"Face à urgência da situação, uma sinergia de ações impõe-se. Por isso, lançamos um apelo a todas as organizações amantes da justiça e da paz para  juntar-se a nós nesta luta patriótica”, sublinhou o comunicado.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade