Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Economia

Presidente João Lourenço quer mais investimento para combater desemprego

| Editoria Economia | 31/07/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Presidente João Lourenço apelou nesta terça-feira, 30 de Julho, aos empresários para que façam um aumento do investimento na economia, de forma a melhorar a oferta de emprego, principalmente no sector privado.

O apelo foi feito no discurso de abertura do Fórum Empresarial, ocasião em que o governante reconheceu que os níveis de desemprego subiram devido à recessão registada nos últimos anos.

“Trata-se de um problema que deve preocupar a todos e que só será resolvido com o aumento do investimento na economia, sobretudo do investimento privado”, declarou o Chefe de Estado.

Para o estadista, só com o aumento do investimento o país poderá voltar a crescer do ponto de vista económico, criara mais postos de trabalho e proporcionar aos angolanos, em particular a juventude, melhores rendimentos e por esta via, aumentar o bem-estar das famílias.

Para combater o desemprego, o Executivo vai apostar nos próximos três anos, na criação de 250 mil postos de trabalho em diversas áreas, no âmbito do Plano de Acção para a Promoção da Empregabilidade (PAPE). Este programa cujo valor de execução esta avaliado em 21 mil milhões de kwanzas, foi aprovado recentemente pelo Chefe de Estado, através do Decreto 113/19 de 16 do mês de julho, incluindo dez mil microcréditos e a distribuição de 42 mil kits profissionais.

Além dos beneficiários directos, pretende-se com a distribuição dos kits profissionais, promover o associativismo e beneficiar indirectamente, 250 mil cidadãos.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade