Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Cultura

História do reino do Kongo em exposição

| Editoria Cultura | 08/07/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

No âmbito das festividades do segundo aniversário da elevação de Mbanza Kongo à Património Cultural da Humanidade, assinalada hoje, várias actividades culturais têm sido realizadas naquela cidade.

A história do Reino do Kongo está patente, desde o último sábado, numa exposição documental. Na exposição intitulada “Reino do Kongo, Património e Memória” apresentam-se fontes primárias, secundárias, bibliográficas, iconográficas e fotográficas.

A exposição inaugurada pela ministra da Cultura, Maria da Piedade de Jesus, exibe documentos que abordam temática diversa, como a origem, organização política e social, correspondência trocada entre os soberanos do Kongo e os estados europeus.

Com esta exposição pretende-se chamar a atenção dos estudantes, investigadores, docentes para a existência do acervo sobre o Reino Kongo.

O festival conta com a participação de agentes culturais de Angola, Congo Brazzaville, República Democrática do Congo e do Gabão, países que integravam o antigo Reino do Kongo. Mbanza Kongo, capital do antigo Reino do Kongo, é detentora de um património material excepcional.

A cidade foi inscrita na lista do Património Mundial da Unesco a 8 de Julho de 2017, durante a 41.ª sessão do Comité deste órgão, que decorreu na cidade polaca de Cracóvia (Polónia).

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade