Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Política

Argelinos comemoram nas ruas renúncia do Presidente Bouteflika

| Editoria Política | 03/04/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Centenas de argelinos reuniram-se na noite de terça-feira, 2 de abril, no centro da capital Argel para celebram a renúncia do Presidente Abdelaziz Bouteflica, que está no poder há mais de 20 anos. A demissão do chefe de Estado acontece depois de seis semanas intensas de protesto popular e do Exército.

“ Vim para comemorar a renúncia de Bouteflika, conseguimos remover o maior pino, mas precisamos de remover todo o regime anterior e isso é difícil. É difícil fazê-lo pacificamente, mas estou confiante de que o povo argelino conseguirá fazer pacificamente, mas estou confiante de que o povo argelino conseguirá fazê-lo em paz, se Deus quiser. O sentimento é de esperança de uma nova era para o país”, disse Selmaoui Seddik, um dos cidadãos nas ruas.

O argelino Selim Sarar considerou que é preciso “continuar o movimento popular para que todas as reivindicações do povo argelino sejam atendidas, queremos um período de transição, com o povo no Governo e não com o sistema actual, porque senão será como se este movimento nunca tivesse acontecido”.

Abdelaziz Bouteflika renunciou, oficialmente, esta segunda-feira, 1 de abril, ao cargo de Presidente que ocupa há mais de 20 anos. Bouteflika garantiu que abandonaria o cargo de Presidente antes de 28 de abril, data em que termina o seu mandato.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade