Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Sociedade

Rio de Janeiro designado Capital Mundial da Arquitectura 2020

| Editoria Sociedade | 22/01/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A cidade do Rio de Janeiro será a Capital Mundial da Arquitectura, em 2020, anunciou o director-geral adjunto da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), Ernesto Ottone Ramirez.

O anúncio consta de uma declaração conjunta do responsável da UNESCO, do presidente da União Internacional dos Arquitectos (UIA), Thomas Vonier, e do secretário municipal para o Urbanismo da cidade Brasileira do Rio de Janeiro, Verena Vicentini Andreatta.

Trata-se de uma iniciativa destinada a sublinhar o compromisso comum da UNESCO e da UIA a favor da preservação do património arquitectónico no contexto urbano, disse Ernesto Ramirez.

Através da diversidade e da qualidade das suas actividades, afirmou, a Capital Mundial da Arquitectura entregue ao Rio de Janeiro demonstrará o papel crucial da arquitectura e da cultura no desenvolvimento urbano sustentável.

Em conformidade com o acordo de parceria concluído recentemente, entre a UNESCO e a UIA, a primeira designa a Capital Mundial da Arquitectura, que alberga igualmente o Congresso Mundial da UIA, um evento que se realiza cada três anos.

A Capital Mundial da Arquitectura destina-se a tornar-se num fórum internacional de debates sobre os desafios mundiais urgentes, do ponto de vista da cultura, do património cultural, planificação urbana  e da arquitectura.

Enquanto primeira Capital Mundial da Arquitectura, o Rio de Janeiro organizará uma série de eventos sob o lema «Todos os Mundos. Um Único Mundo» e, para promover o 11º Objectivo da Agenda de 2030  para o Desenvolvimento Sustentável, que é “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”, adoptado a nível internacional.

A UNESCO, a UIA e instituições locais organizarão actividades que visam promover projectos que associam arquitectos e urbanistas, bem como decisores, instituições sociais e profissionais de outros sectores, nomeadamente artistas e escritores, num espaço aberto e criativo de diálogo e inovação.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade