Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Março de 2019

MÉDIO ORIENTE

Nas areias movediças do Médio Oriente

ÁFRICA

Drogas em África As novas rotas do tráfico de heroína

ÁFRICA

A África a mercê de um Triângulo Voraz

ÁFRICA

África Oriental O regresso ao grande investimento nos Caminho-de-ferro

MUNDO

RefugiadosAs cifras da vergonha!

ÁFRICA

Estaca da África em Brexit

MUNDO

Racistas ou nem por isso?

EGITO

O futuro do Egipto passa pela energia solar

Rádio

Publicidade

Grupo Webcor adquire a Lactiangol por 30 milhões de dólares

| Editoria | 09/01/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Grupo Webcor adquiriu a Lactiangol, SA., a principal unidade industrial de lacticínios em Angola. A Lactiangol avaliada em 30 milhões de dólares surge na estratégia da Webcor que comercializa os seus produtos em Angola há 27 anos, e juntamente com os seus parceiros angolanos de reforçar a sua presença no setor Industrial do pais.

“Angola vive um momento decisivo de mudança na economia, diversificando de comércio e distribuição para a industrialização local e juntamente com os nossos parceiros locais seremos um dos principais players dessa mudança”, afirma Wissam Nesr, CEO do Grupo Webcor.

O novo plano de negócios estabelecido para 2019 é de desenvolver a produção da  Lactiangol multiplicando a sua capacidade produtiva em todas as categorias de produtos lácteos possíveis, tais como: leite ultrapasteurizado (UHT), leite achocolatado, iogurte sólido natural e aromatizado, iogurte líquido, manteiga pasteurizada, sumos, gelados, leite condensado, queijos, bem como sobremesas lácteas.

A estratégia do Grupo Webcor é elevar a produção e a qualidade dos produtos da Lactiangol para um novo patamar, promovendo mais ainda a marca, esta reconhecida marca, tornando-a líder de mercado no seu segmento, ao mesmo tempo optimizando a cadeia de valor através do incentivo da produção local de leite que hoje corresponde apenas a 7% das necessidades da fábrica.

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade