Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Ambiente

Nascimento de gémeos gorilas é nova esperança para a espécie

| Editoria Ambiente | 14/02/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Os primeiros gémeos de gorilas ocidentais nasceram em Dzaga-Sangha, uma área protegida no sudoeste da RCA e onde esta espécie de encontra ameaçada, devido à caça furtiva e à perda de habitat.

«Estes pequenos gémeos são um êxito, mas os gorilas continuam a enfrentar sérias ameaças»
(DR)

A novidade foi dada pela organização ecologista WWF. «Estes são os primeiros gémeos que nascem em Dzanga-Sangha e o seu nascimento é um momento incrível para todos os que trabalharam tanto para adaptar e conservar estes gorilas nos últimos 16 anos», disse o responsável do programa de grandes símios africanos da WWF, David Greer, em comunicado.

Os bebés foram vistos pela primeira em Bai Hokou, em finais de janeiro, abraçados à mãe, Malui, enquanto o pai, Makumba, estava de pé junto da família, para a proteger.

«Estes pequenos gémeos são um êxito, mas os gorilas continuam a enfrentar sérias ameaças, como a caça furtiva, as doenças e a perda de habitat na África central», recordou Greer, que trabalha nesta reserva centro-africana há oito anos.

Os nascimentos da espécie oriental são frequentes, mas no caso dos gorilas ocidentais a reprodução é mais rara. E isto é ainda mais preocupante tendo em conta que os gorilas que habitam no centro de África estão em risco de extinção.

Redação com Agência

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade